Construções temporárias contribuem para os hospitais de campanha em SP

0
752

As soluções adaptadas têm como objetivo colaborar com o combate contra o novo coronavírus

A Prefeitura de São Paulo destinou aproximadamente R$ 35 milhões da administração municipal em prol da construção de hospitais de campanha no Estádio do Pacaembu e Anhembi. O investimento tem como objetivo potencializar o número de leitos exclusivos para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

hospitais de campanha SP
Foto: Prefeitura de SP via Fotos Públicas

“No Hospital de Observação do Pacaembu, serão disponibilizados 200 leitos de baixa complexidade com aparelhos respiradores para atender a população e desafogar nossos hospitais. As obras serão finalizadas nesta sexta, para que o local possa iniciar os atendimentos já na próxima terça. Também teremos 1800 leitos no Hospital do Anhembi, totalizando 2000 leitos disponíveis para o atendimento de pacientes diagnosticados com coronavírus”, comenta o prefeito Bruno Covas.

Para que os hospitais de campanha tomem forma foi preciso a construção!

A construção da estrutura física dos hospitais de campanha movimenta milhares de profissionais, dentre eles construtores, engenheiros, instaladores, eletricistas, limpeza, para que, então, a estrutura hospitalar possa ser montada. A finalidade é que os profissionais da saúde possam atuar no Estádio do Pacaembu e Anhembi da mesma forma que atuam em hospitais de estruturas fixas.

Foto Reprodução/Governo de SP

O Hospital de campanha do Pacaembu, que contará com uma tenda de 6,3 mil m², deve ficar pronto nos próximos dias.

Força-tarefa municipal em combate do novo coronavírus

No montante, o principal epicentro do novo coronavírus no Brasil não tem medido esforços para o combate da doença na região. Juntamente com adaptação dos leitos de internação para leitos de UTI do Hospital de Parelheiros, a ampliação do Hospital do M’Boi Mirim, a prefeitura de São Paulo avalia novos locais para abrigar mais construções de hospitais de campanha.

Com a suspensão de jogos de futebol, inclusive, o prefeito Bruno Covas afirmou que administração da Arena Corinthians disponibilizou o espaço, caso seja necessário.



Devido a pandemia do novo coronavírus no Brasil, a 26ª edição da Feicon Batimat foi adiada para setembro, dentre os dias 15 e 18. Acompanhe as principais notícias do setor e novidades sobre a feira aqui no Blog e nas redes sociais oficiais.

Facebook Comments