Projeto de Lei destina 5% da produção de madeira de reflorestamento para a construção civil

0
589

Sustentabilidade, definitivamente, está no radar da construção civil. O setor precisa ficar atento às questões como extração e descarte, bem como soluções que minimizem o impacto ambiental de obras de diferentes portes. Desde o início de fevereiro, tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 6187/10 que, na prática, obriga produtores de madeira de reflorestamento a destinarem 5% de toda a produção para indústrias que não fazem parte do segmento de papel e celulose.

Este é um movimento importante porque cerca de 27% da madeira que abastece a construção civil e outros setores, como o de móveis, vem de florestas nativas, que deveriam ser preservadas. Em análise na Câmara dos Deputados, a proposta é direcionada para empresas com área de floresta plantada superior a cinco mil hectares, o equivalente a, aproximadamente, 7 mil campos de futebol.

Já existe um histórico de projetos de lei semelhantes avaliados pela casa (721/11 e 537/15), que acabaram arquivados. Esta nova tentativa será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Constituição e Justiça e de Cidadania.

E sustentabilidade também estará em alta na Feicon Batimat deste ano. Teremos uma rota exclusiva sobre o tema, reunindo expositores com iniciativas, produtos, materiais e lançamentos dentro deste conceito. Faça seu credenciamento e participe do maior evento de construção civil e arquitetura da América Latina.

Facebook Comments