Confiança da construção sobe 1,7 ponto em julho, para 81 pontos, revela FGV

0
465

O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 1,7 ponto em julho ante junho, alcançando 81,0 pontos, após ter atingido em junho 79,3 pontos, o menor nível desde novembro de 2017 (78,6 pontos). A FGV divulgou os dados nesta quinta-feira, 26.

“A Sondagem mostra que a queda da confiança observada no mês passado foi exagerada, um efeito do ambiente conturbado pela greve dos caminhoneiros” aponta em nota Ana Maria Castelo, coordenadora de projetos do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da FGV.

Entretanto, outros fatores pesaram sobre a confiança dos empresários. “O indicador não retornou ao patamar anterior, o que decorre de outro fator apontado pelos empresários em junho: o ritmo lento de retomada da economia. A frustração com o crescimento está levando a um ajuste de expectativas”, explica. “A própria atividade do setor segue avançando muito devagar, corroborando o sentimento mais pessimista dos empresários”, complementa Ana Maria.

A alta da confiança da construção verificada em junho foi influenciada principalmente por perspectivas de curto prazo dos empresários do setor, aponta a FGV.

 

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o site Obra24horas com a matéria completa.

Facebook Comments