Relações de sucesso

0
498

É inegável que em qualquer profissão, empatia e confiança nas relações é o que permeia resultados positivos e garante o sucesso no relacionamento dos negócios. Mas, como começar a construir e manter relacionamentos bem-sucedidos com os clientes num mercado que muitas vezes deixa isso passar despercebido?

O princípio básico para uma relação aprazível com o cliente começa já no primeiro encontro, que muitas vezes não tem nada a ver com uma oportunidade de projeto específico. O velho ditado de que “a primeira impressão é a que fica” é especialmente relevante para os negócios. Além disso, com a ferrenha concorrência mercadológica, o que faria você ser escolhido? Sinceridade é um dos pontos e ser realista, sem ser pretencioso, um bom caminho a seguir. Quando um proponente a cliente sente um interesse genuíno das suas necessidades é quase certo que você irá ganhá-lo.

Claro, a sinceridade é só o ponto de partida na construção da confiança. Para manter o cliente entra a capacidade de respostas ante aos problemas que podem surgir. Driblando obstáculos, oferecendo vantagens e estando presente em momentos oportunos na resolução de situações que fogem ao controle, o efeito duradouro do relacionamento é quase certo. Empenhar-se em suprir as necessidades do cliente ou encontrar a melhor alternativa para uma intempérie fortalece a relação e mesmo que o resultado final possa mudar, o fato de que você enfrentou o problema proativamente conta pontos.

Existem, é claro, tantos outros comportamentos que podem afetar positivamente o relacionamento com um cliente: paciência, persistência, integridade. Deve-se até mesmo tratá-lo como um amigo, não só um parceiro de negócios, estabelecer uma conexão em um nível pessoal, sempre que possível. Grandes projetos podem durar anos e encontrar inúmeros altos e baixos, semelhantes a outras relações, e como elas terá inúmeros testes entre o varejista, o contratante, o arquiteto, empreiteiro e por aí vai. Porém, vale lembrar que a capacidade de reforçar as relações de negócio com uma conexão pessoal nem sempre pode garantir sucesso, mas aumentam as chances significativamente.

Deve-se lembrar ainda que haverá desafios com ambos os relacionamentos e projetos. Podemos até mesmo defini-los em quatro categorias:

– Cliente feliz e projeto de sucesso: o modelo perfeito para todos;

– Cliente feliz e projeto sem sucesso: apesar da satisfação, como empresa não é muito recomendada;

– Cliente infeliz e projeto de sucesso: aprender como contornar e reverter a relação é a chave para continuar a parceria;

– Cliente infeliz e projeto sem sucesso: neste caso, o mais importante é saber como manter alta a moral da equipe.

Seja qual for a situação, quando vitoriosa é fácil e prazeroso conviver. Porém, de olho nos exemplos 3 e 4, em algum momento da carreira todos fatalmente irão lidar com um cliente descontente. O importante é saber como continuar com um relacionamento e projeto que azedou e, finalmente, salvar a relação.

 

Conteúdo Proprietário – Reed Exhibitions Alcantara Machado
Produção: A4&Holofote Comunicação

Facebook Comments