Industrial Chic: especificando o estilo perfeito para um loft residence

0
239

Olhar diferenciado para um local de trabalho, loja de varejo ou hospitalidade local, o industrial chique ainda hoje pode ser demasiadamente difícil de empregar quando envolve clientes residenciais. Porém, quando bem especificado, o estilo pode oferecer uma elegância crua que mistura materiais texturizados com detalhamento em bold, enquanto uma variedade de acabamentos, acessórios e mobiliário pode ajudar com um que a mais, particularmente em projetos de reutilização e conversão adaptativos.

Esse é o caso do projeto assinado pelo Gasparbonta, estúdio de arte, design e arquitetura multidisciplinar sediado em Budapeste, Hungria, focado em interiores comerciais, residenciais e de varejo, branding e desenvolvimento de projetos. O escritório transformou uma oficina de pintura em um aprazível loft, mantendo alguns dos elementos existentes e inserindo uma geometria clara e matérias-primas adicionais para criar refinamento, junto com a elegância de revestimentos como o ferro, concreto polido e madeira. Uma variedade de soluções de iluminação exclusiva dá um toque especial ao local, incluindo luminárias lineares de suspensão acima da mesa de jantar e parede para destacar a textura do material utilizado, o tijolo.

Outro grande exemplo vem da EVA architecten, escritório de arquitetura sediado em Utrecht, Holanda, que se utilizou das paredes de tijolo existentes em uma antiga oficina do século XIX, em Hertogenbosch, para criar um ponto focal dinâmico e único para o que viria a ser o projeto de uma casa familiar. A prioridade dos profissionais foi levar luz natural para espaços profundos, através de 3 janelas únicas e estreitas. Os arquitetos, mantendo a rusticidade do local, criaram fendas em paredes e pisos existentes, empregaram claraboias, distanciaram as escadas dos muros de tijolos, garantindo linhas de visão perfeitas entre os andares da residência e pensando na expansão visual utilizaram muito o branco, ampliando a sensação de espaço.

Mais que apenas o projeto, para criar uma experiência completa na transformação de imóveis industriais é necessário um olhar apurado, muitas vezes subversivo do mercado de arquitetura e design. É preciso ir a fundo na pesquisa de campo de móveis que se adequem a proposta – com muito metal e vidro -, revestimentos cerâmicos de grandes dimensões – preferencialmente que reproduzam a aparência e tons de metais oxidados e concreto -, metais para linha de banho com viés minimalista com acabamentos bronze, cobre e ouro britânico, luminárias produzidas com materiais como ferro fundido e alumínio – que mesmo compactas transpareçam robustez -, porcelanatos que imitem o tijolo – caso você não queira usar o material em si -, e portas no estilo celeiro com ferragens aparentes que são ao mesmo tempo ícones de tempos passado com um toque de modernismo, entre tantas outras especificações que devem aparecer no caminho.

 

CRÉDITO DA FOTO: CORTESIA Gasparbonta

 

Conteúdo Proprietário – Reed Exhibitions Alcantara Machado
Produção: A4&Holofote Comunicação

Facebook Comments