A equipe do projeto Figment, do American Institute of Architects New York Chapter’s Emerging New York Architects Committee e a Structural Engineers Association of New York anunciaram oficialmente os cinco finalistas do Concurso de Design do Pavilhão Cidade dos Sonhos, edição 2018. De acordo com a Figment, a proposta vencedora será anunciada em breve e estará em exibição de junho a agosto, celebrando esse oitavo ano da competição.

O mote apresentando aos concorrentes era de um projeto sustentável com impacto mínimo sobre o meio ambiente, que deveria contemplar uma apresentação detalhada com “a origem do material a ser utilizado, como seriam transportados para o local de construção, qual seria o método de eliminação dos resíduos usados durante a instalação e como planejavam desmontar e reutilizar os materiais após o encerramento da exposição”. Os participantes foram ainda encorajados a usar materiais recuperados, trabalhar com fabricantes que produzem cradle-to-cradle, ou seja, num sistema produtivo circular em que nada é considerado lixo e tudo se reaproveita, além de procurarem um patrocínio socialmente e ambientalmente responsável.

O júri dessa fase foi composto por David Benjamin, diretor fundador da The Living (thelivingnewyork.com); Anna Fixsen, editora sênior da Metropolis Magazinde (metropolismag.com); Benjamin Gilmartin, sócio da Diller Scofidio + Renfro (hdsrny.com); Anna Ha, do Behin-Ha Design Studio (behinha.com); Jorge Otero-Pailos, diretor e professor de preservação histórica na Columbia University Graduate School of Architecture (arch.columbia.edu) e a artista Risa Puno (risapuno.com).

Conheça abaixo os finalistas.

Pavilhão Ondas de Cor

O pavilhão de ondas de cor é uma estrutura de luz, colorida e que faz uso de redes de pesca recicladas e hastes. Conta com um espaço de encontro reforçado por redes coloridas que criam um extravagante jogo de luz e sombra sob o sol.

Equipe de projeto: Shujie Chen Xiao Tong, Ning Wang, AIA, Yifeng Wang, Yifeng Wu, Zhang Bowen, Matthew Streeter, Jingwen Wang e Sam Wilson.

Folículo

Feito de telas folheadas com cabelo humano, o pavilhão folículo apresenta a quantidade de minerais, toxinas e nutrição existentes em nossos corpos, que podem ser acessados por meio de QR code.

Equipe de projeto: Deborah Lopez, Hadin Charbel, Mika Portguaise, Francisco Prada López e Anders Rod.

Mossgrove

Andaimes combinados criam dois espaços de recolhimento debaixo de uma treliça de madeira coberta com tecido biodegradável, com tamanho, profundidade e densidade facilmente ajustáveis.

Equipe de projeto: Sam Biroscak, Gina Dyches, Stephanie Borchers, Annick Lang e Anneli Rice.

Oculi

Feita de grãos de metal desconstruídos, assemelha-se as estruturas industriais abandonadas amplamente encontradas na paisagem rural do nordeste dos Estados Unidos. Apresenta uma série de estruturas circulares elevadas que no encerramento da exposição serão reutilizadas para criar um projeto experimental de habitação na cidade de Nova Iorque, intitulada House‐in‐a‐Can.

Equipe de projeto: Austin+Mergold

O pavilhão arco-íris

O pavilhão arco-íris é uma estrutura de tecido em forma de nuvem, feita de sacos plásticos reutilizados e produtos sustentáveis.

Equipe de projeto: Christophe Cormy Donat

 

Conteúdo Proprietário – Reed Exhibitions Alcantara Machado
Produção: A4&Holofote Comunicação