CRÉDITO DA FOTO: Elemental Cabinet | Site Kostas Lambridis

A Semana de Design Holandês 2017 passou e, como de costume, a exposição da Design Academy Eindhoven, considerada como uma das mais influentes escolas de design do mundo, foi um dos principais destaques. Como em anos anteriores, o programa de pós-graduação da Universidade teve espaço reservado e apresentou mais de 175 projetos, entre produtos práticos e peças de arte conceitual.

Seguindo os passos de ex-alunos hoje consagrados, como Maarten Baas, Hella Jongerius e Marcel Wanders, as novas apostas de sucesso ficaram por conta do seleto grupo abaixo, que chega para mostrar que design de qualidade está e pode ser encontrado onde menos se imagina.

Kostas Lambridis

Apresentou o Elemental Cabinet, projeto de graduação que tem como inspiração o gabinete de Badminton do século XVIII. Lambridis teve por objetivo criar uma “abordagem não-hierárquica do design”, utilizando para isso – em cada nível da peça – diferentes materiais, incluindo pedra, metal, madeira, plásticos e têxteis.

+ infos em www.kostaslambridis.com

Mirjam de Bruijn

Com o objetivo de criar uma alternativa sustentável para produtos de limpeza padrão, Bruijn transformou o óbvio em surpreendente. Imagine incluir em um projeto arquitetônico decorações para o banheiro, cozinha e lavanderia como verdadeiras peças de arte que na verdade são detergente, sabão e xampu em formas sólidas, ativados pela água.

+ infos em www.mirjamdebruijn.com

Shahar Livne

Para seu projeto de graduação, Livne criou uma peça única de decoração utilizando argila e plástico descartado, que ela prevê como uma utilização cada vez mais em voga num futuro próximo. Para a obra, usou ainda camadas de minestone e pó de mármore, dois subprodutos da mineração de carvão e da indústria de alvenaria, que geralmente são desvalorizados.

+ infos em www.shaharlivnedesign.com

Juhl Christian Hammer

Em resposta a espaços cada vez menores, Hammer criou uma gama de peças de mobiliário que pode ser esvaziado quando não estiver em uso. A coleção 10:1 inclui sofá, cadeira e até um banquinho, preenchidos com uma espuma densa e tornando-os mais confortáveis do que a já conhecida mobília inflável. Quando não estão em uso, cada parte pode ser compactada para 10% do seu tamanho original.

+ infos em www.christianhammerjuhl.com

Lauren Leerdam

Ao criar seu projeto de pós-graduação, Leerdam olhou para o patrimônio industrial de sua cidade natal, Deventer, na Holanda. O resultado foi uma minimalista e diferenciada peça de mobiliário com base em latas de metal e folhas do mesmo material de 0,5 milímetros, mostrando que da fragilidade cria-se robustez.

+ infos em www.llatelier.com

Léo Schlumberger

Uma nova abordagem para um velho conhecido. Essa poderia ser a definição da bacia sanitária  criada por Schlumberger, que chega para mudar – ou, pelo menos, tentar – a forma como a cultura europeia voluntariamente desperdiça água. A proposta? A adoção de um sistema de banheiro seco, que não precisa ser canalizado e ainda pode ser colocado onde quiser e torne-se necessário.

+ infos em www.leoschlumberger.com

 

Conteúdo Proprietário – Reed Exhibitions Alcantara Machado